Comunidade do colégio Santa Teresa em Salamanca

Formamos a comunidade de Salamanca-Colégio 17 Irmãs. Duas têm licença de ausência. Todas nós, exceto uma que é professora no Colégio, estamos aposentados e prestamos o nosso serviço na própria comunidade, no colégio e noutras tarefas apostólicas.

Estamos situadas ao norte da cidade, numa área de classe média. A nossa cidade é bastante conservadora, universitária e pouco industrializada. Oferece possibilidades culturais, formativas e pastorais; somos enriquecidas por essas propostas. Também temos a possibilidade de partilhar a missão com leigos, com outros religiosos e instituições. Colaboramos com a CONFER, no secretariado e na Direção e com a Cruz Vermelha através do voluntariado. Colaboramos com as paróquias vizinhas na catequese e nos grupos de oração.

Moramos no mesmo prédio da escola e todos temos algum tipo de relação com ele. Constatamos que é uma importante plataforma evangelizadora, que nos oferece possibilidades de contato com muitas famílias, com alunos, com professores, funcionários do centro, ex-alunos e muitas outras pessoas que por ela passam em diferentes momentos.

Moramos no mesmo edifício do colégio e todas temos algum tipo de relação com ele. Constatamos que é uma importante plataforma evangelizadora, que nos oferece possibilidades de contato com muitas famílias, com alunos, com professores, funcionários do centro, ex-alunos e muitas outras pessoas que por ela passam em diferentes momentos.

Sentimo-nos unidas por grandes desejos apostólicos e pela ilusão de conhecer e amar Jesus e torná-lo conhecido e amado tanto quanto possível. Damos conta da riqueza e diversidade de dons, desejo de servir, disponibilidade e responsabilidade pela missão e capacidade de acolhimento e ajuda mútua que existe na nossa comunidade-

Com as irmãs da Residência temos uma relação muito boa, não tão fluida agora como gostaríamos devido à situação atual da pandemia.

Cuidamos do nosso sentido de pertença à Província Teresiana da Europa e participamos ativamente acolhendo as iniciativas que dela nos chegam.

Temos como projeto para este ano, fortalecer a Família Teresiana de Salamanca. Buscamos formas de torná-lo realidade neste ano do IV Centenário da canonização do Santo, padroeiro de Salamanca.

Como a Igreja e o Capítulo nos pedem, sentimo-nos chamadas a viver a ética do cuidado. Agora estamos imersas como comunidade formando um grupo que trabalha com a Diocese para preparar o próximo Sínodo dos Bispos em 2023 sobre “Sinodalidade”. Trabalhamos com entusiasmo e alegria no novo projeto.

X