Há vida nos centros locais! – MTA Portugal

As atividades de verão arrancaram em grande nos centros locais do MTA em Portugal.

Desde os mais novos aos mais crescidos, tanto mais a Norte com a Sul do país, todos aproveitaram o início do verão para montar as tendas e viver dias diferentes, repletos de momentos lúdicos e de reflexão, bem ao estilo teresiano.

Os primeiros foram as crianças de Torres Vedras, que de 28 a 30 de junho, com o tema “Arraial Saloio”, experienciaram dias de diversão e aprendizagem, na Quinta da Capa Rosa (Turcifal).

Seguiram-se também crianças, mas desta vez as do centro de Alpalhão, que acamparam na Tapada da Eirinha, de 3 a 5 de julho. O grupo de 19 participantes deu continuidade ao tema anual das suas reuniões dos Amigos de Jesus – “Vivemos numa casa comum” e, com base no filme “Lorax”, vivenciou momentos divertidos e outros mais sérios, todos com uma mensagem.

E quando este acampamento ia a meio, iniciou-se um outro em Elvas, para adolescentes, e ainda mais um na região Norte, para jovens, ambos em simultâneo nos dias de 4 a 7 de julho.

Em Elvas, a atividade contou com 21 participantes que acamparam na Quinta de São João sob o tema “CAM – Cuidar de nós, dos outros, do ambiente” e contaram, no último dia, com a presença dos adultos do MTA daquele centro que assim encerraram o seu ano pastoral.

A Norte, mais precisamente em Barroselas, o acampamento foi de âmbito regional, e uniu 13 participantes de Santo Tirso e Braga, e ainda alguns jovens de Torres Vedras a quem foi aberta a atividade.

As “Raízes” foram o tema que, numa analogia perfeita, mais uma vez entre dinâmicas lúdicas e outras mais profundas, colocou os jovens a refletir na sua “árvore”, desde dos frutos e das folhas, aos ramos, tronco e raízes.

Um tema que também podemos utilizar como metáfora para a satisfação que sentimos ao ver tanta vida nos nossos centros locais, uma vez que são eles as “raízes” daquilo que é o MTA Portugal.

Assim, podemos dizer que estão a ser bem adubadas as nossas “raízes” e que, se as restantes condições o permitirem, teremos bonança no futuro.

Share on facebook
Share on twitter
X