Experiência CIT-Gema Gil

Chamados a #conectarhistórias” esse é o convite mais importante que recebi durante o tempo de formação recebido no CIT de comunicação que vivemos este mês de março passado em Roma. Chamados a conectar histórias e comunicar boas histórias… histórias de vida. Uma das certezas com as quais regressei, foi que nestes tempos em que vivemos, a comunicação é também missão, a nossa missão. Mais, nos momentos em que vivemos onde estamos convidadas, cada uma, a partilhar boas notícias, a Boa Notícia que recebemos do encontro com o Senhor da História. Se olharmos para as nossas origens na fé, Jesus, ou se voltamos o nosso olhar para os nossos mestres Teresa e Henrique, damo-nos conta que a comunicação está intrinsecamente unida ao nosso ser de mulheres crentes e a nossa identidade carismática. Jesus, Teresa, Henrique… não podem deixar de nos dizer, nem querem, uma mensagem: a opção pela vida sempre, em todo momento, com outros, favorecendo o cuidado e gerando a mudança.

Foram três semanas muito intensas, muito enriquecedoras em todos os sentidos. Os conferencistas à altura do tema proposto, tornando realidade que o “streaming” é possível com uma boa rede WiFi e, sobretudo, com muita vontade e paixão por partilhar aquilo no que acreditam e trabalham. Os companheiros do CIT, como sempre, com possibilidade real e concreta de estabelecer laços e ampliar a rede teresiana, reconhecendo-nos membros ativos desta Família Teresiana que quer continuar a crescer. Agradecendo, especialmente, a oportunidade de viver este CIT como família ampliada de Igreja, ao partilhar espaço e palavra com irmãos e irmãs de outras congregações.

As dificuldades que pudemos viver pelas restrições de movimento impostas pela situação do Covid-19 foram muito bem resolvidas por uma equipa bem organizada, que soube cuidar muito bem o ambiente de trabalho, de família e de serenidade em todo o momento.

Falta-nos uma quarta semana, de concretização, de aterragem, de horizonte… e essa, fazemo-la desde casa, conectados pelos meios que descobrimos que aproximam e encurtam distâncias. Sabemos que, nos tempos em que vivemos, cada vez temos mais facilidade para nos encontrarmos com os de longe, e poder gerar sinergias e redes que fazem crescer e comunicam a boa nova do carisma teresiano. Corresponde-nos sair, querer acolher esta proposta e começar a construir essas boas notícias que necessitamos, que o mundo necessita…, sobretudo, nestes tempos de distância imposta e necessária para o bem de todos.

Ficou-nos por fazer a visita a Roma e admirá-la como merece. Numa única saída, pude deitar a minha moeda na Fontana de Trevi. Espero poder voltar a vê-la, e “andar” por essas ruas que tanto gosto.

#conectandohistórias #conectandovidas #MissãoComunicação #Muitoporpartilhar #Seguirdandovidaaocarisma

Gema Gil Jiménez, stj

X